quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Ajude-me a lutar contra isso!

Há tanta gente defamando a educação hoje em dia que quando você tenta ter uma opinião diferente é quase banido da conversa. Às vezes é melhor desistir e se juntar à maioria, maldizendo os professores, os governantes, os alunos, as escolas, as diretoras, os pais, as mães, as emissoras de televisão... Enfim, tem hora que sobra até pra Deus.

O processo é este: os mais velhos da "tribo" se encarregam de ensinar às próximas gerações toda a cultura "reclamística" que foi se desenvolvendo no decorrer dos anos. Então os mais novos - com exceção dos prodígios da "tribo" que desenvolveram o dom de questionar - de tanto ouvir, começam a repetir. Rapidamente, de tanto repetir, esses passam a criar uma ideologia. E acreditando naquilo, passam a defender, a colocar em prática, a fazer virar realidade.

Eu pergunto apenas: Valeu a pena???

E Fernando Pessoa me responde: "Tudo vale a pena quando a alma não é pequena."

E eu volto a perguntar: Mas e quando a alma é sim pequena? 



Cri... Cri... Cri...

Um comentário:

Cammy Silva disse...

Caro amigo, alguém tinha que levar a culpa pelos fatos que sairam errado. Convenhamos que reclamar quando não lhe compete fazer nada pela questão, faz parte do jeitinho brasileiro: "olha como eu tenho moral, eu me importo com a educação!" E o que faz? Reclama. Só isso, e ja parece muita coisa. Mas também não vamos criar uma nova classe daqueles que "reclamam dos que reclamam..."